CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS

a cruz que assinala o tesouro.
porque em mim, ainda guardo para ti,
mais erguido e sublime.
que nunca,

chegarei a ti um dia, mais branco
com o peso dos anos,
mas com tudo isto em cima e

vincadas, da minha cara.
moedas cunhadas com as rugas
douradas;
correntes prateadas e emoções
tenho como companhia cálices de ouro,
sou apenas o velho mapa.

do amor.
o sextante perdeu um olho na guerra
coordenadas do teu corpo e

o astrolábio confundiu as
paisagens,
em mim, a bússola magnetiza outras
irão guiar.
há muitas estrelas no céu, que te
não precisas de mim.


não precisas de mim.

2 !nv3rt3w:

mariazinha ha detto...

lindo.
(dá trabalho ler... troca-nos as voltas, como a vida, às vezes...)

lindo.

beijo*

Fada ha detto...

Que lindo!!!

Um verdadeiro tesouro! :)

Beijito